Sexta-feira, 7 de Março de 2008

Introdução

Com este  trabalho, falarei sobre o aquecimento global do planeta, nas causas, impacto e consequências que isto terá para a fauna, a flora e a própria Humanidade.
Espero sensibilizar-vos para este tema que parece tão distante mas que está tão presente.
|Susana Sousa
publicado por maisverde às 12:19
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

O Efeito de Estufa

Durante o dia, parte da energia solar é captada pela superfície da Terra e absorvida. A outra parte é mandada para a atmosfera.
Os gases naturais que existem na atmosfera funcionam como uma capa protectora que impede a dispersão total desse calor para o espaço exterior, evitando que durante o período nocturno se perca calor. E como tal, o planeta permanece quente o suficiente para que exista vida, por isso, o processo que cria o efeito estufa é natural e é responsável pelo aquecimento do planeta.  
Se não existisse efeito de estufa, a temperatura da superfície terrestre seria, em média, cerca de 34ºC mais fria do que é hoje.
O efeito de estufa gerado pela natureza é, portanto, não apenas benéfico, mas imprescindível para a manutenção da vida sobre a Terra.
Então, onde é que está o problema?
É que a mão do Homem, nomeadamente com a poluição, está a alterar o clima em todo o planeta.
publicado por maisverde às 12:18
link do post | comentar | favorito
|

A Evolução do Clima

O clima tem evoluído ao longo dos tempos, sendo a sua evolução natural. No entanto, nos últimos tempos o Homem é o grande responsável uma vez que a população mundial tem vindo a aumentar e, consequentemente, registou-se um aumento de 25 % de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera desde que se deu a Revolução Industrial (séc. XIX)
Assim, torna-se urgente que se diminua a quantidade de emissão de gases prejudiciais, que contribuem para a destabilização do efeito de estufa e consequentemente para o aquecimento global.
Os principais emissores de CO2 são:
EUA: 25 por cento
Europa: 19,6 por cento
China: 13,5 por cento
Ex-URSS: 10,2 por cento
Japão: 5,6 por cento
Índia: 3,6 por cento
Reino Unido: 2,5 por cento
Coreia do Sul: 2,2 por cento
Canadá: 2,1 por cento
Austrália: 1,3 por cento
publicado por maisverde às 12:17
link do post | comentar | favorito
|

Os Gases Prejudiciais

 
Gás
Definição
O que provoca
Dióxido de Carbono (CO2)
Combustão de combustíveis fósseis: petróleo, gás natural, carvão, desflorestação (libertam CO2 quando queimadas ou cortadas).
O CO2 é responsável por cerca de 64% do efeito estufa. Diariamente são enviados cerca de 6 mil milhões de toneladas de CO2 para a atmosfera.
Clorofluorcarbono (CFC)
São usados em sprays, motores de aviões, plásticos e solventes utilizados na indústria electrónica.
Responsável pela destruição da camada de ozono. Também é responsável por cerca de 10% do efeito estufa.
Metano (CH4)
Produzido por campos de arroz, pelo gado e pelas lixeiras.
É responsável por cerca de 19 % do efeito estufa.
Ácido nítrico (HNO3)
Produzido pela combustão da madeira e de combustíveis fósseis, pela decomposição de fertilizantes químicos e por micróbios.
É responsável por cerca de 6% do efeito estufa.
publicado por maisverde às 12:16
link do post | comentar | favorito
|

A Acção da Flora sobre o CO2

A Flora (ou seja: a parte “verde” do ecossistema) tem um importante e interessante papel para com o Dióxido de Carbono.

 

O que é que se sucede? A planta também respira. Mas enquanto que nós inspiramos oxigénio e expiramos dióxido de carbono, com as plantas acontece o contrário. Em troca do CO2 que recebem, dão O2 para a atmosfera. A este fenómeno, damos o nome de Fotossíntese. Poderiam então perguntar: mas se as plantas transformam o Dióxido de Carbono em Oxigénio, não é bom o facto de cada vez existir mais CO2?

 

Errado! Sabem que nos últimos anos houve imensa desflorestação e as plantas não conseguem transformar já a enormíssima quantidade de Dióxido de Carbono que existe, é de mais e elas não estão preparadas.

publicado por maisverde às 12:15
link do post | comentar | favorito
|

O Problema do Aquecimento Global

E é isto tudo que estivemos a ver até agora que dão origem ao problema que tem preocupado muito os cientistas e ambientalistas de todo o mundo.
Se a temperatura da Terra aumentar demasiado, o clima da Terra (que deu origem à vida e que a sustenta), pode tornar-se uma coisa do passado.
O Programa das Nações Unidas para o Ambiente previu que perto do ano 2025, a temperatura média da Terra terá aumentado cerca de 1,5 ºC.
Sabem o que é que isso quer dizer?
Significa que este aumento de temperatura provocará, consequentemente, uma subida do nível médio da água do mar em cerca de 20 cm pelo derretimento dos gelos polares. Daqui a uma década, cientistas prevêem que o nível do mar tenha subido cerca de 6 metros!
E essa subida já se começa a notar. Como sabem, a maior parte da água existente no planeta encontra-se nos glaciares árcticos que, em 1976, tinham uma espessura média de 6 a 7 metros e em 1987 já tinham apenas 4 a 5 metros.
Se os glaciares continuarem a derreter, algumas zonas perto da água e de baixa altitude poderão ficar alagadas. Por outro lado, as alterações climáticas vão provocar problemas nas colheitas.
publicado por maisverde às 12:13
link do post | comentar | favorito
|

Conclusão

Por tudo isto, é que é importante tomarmos medidas preventidas e começarmos a pensar em mudar, a pensar no que poderá acontecer se o que se prevê que aconteça se realizar. Ainda há uma hipótese de, pelo menos, atrasarmos o quase inevitável.

 

Visita a parte deste blog onde te falamos sobre a reciclagem, uma das medidas muito importantes para prevenir a catástrofe.

 

Sugerimos-te ainda alguns filmes muito interessantes que já se fizeram sobre este assunto:

  •  "O dia depois de amanhã" (Título Original: "The Day After Tomorrow"). Género: Ficção Científica.

Sinopse: Uma interrupção climatológica de proporções inconcebíveis destrói o mundo, enviando milhões de sobreviventes apavorados para o sul. Indo na outra direção, contudo, está o professor Adrian Hall, um brilhante paleoclimatologista, cujo filho Sam ainda pode estar vivo em Nova York, agora uma cidade devastada e congelada.

  • "Uma verdade inconveniente"  (Título Original: "An Inconvenient Truth ").  Género: Documentário. 

Sinopse: Documentário que tem como figura condutora Al Gore, o antigo Vice-presidente dos Estados Unidos, que depois da sua derrota nas eleições de 2000 voltou à sua cruzada de ajudar o planeta. Segundo alguns cientistas, teremos apenas dez anos para evitar uma grande catástrofe que pode destruir o nosso planeta gerando condições meteorológicas agressivas, inundações, epidemias e ondas de calor que ultrapassam tudo o que conhecemos. O documentário segue a luta de Al Gore para travar o aquecimento global e a sua tentativa de impor o problema, não como uma questão política, mas sim um desafio global para a Humanidade.

 

 

 

publicado por maisverde às 11:19
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Março 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. Introdução

. O Efeito de Estufa

. A Evolução do Clima

. Os Gases Prejudiciais

. A Acção da Flora sobre o ...

. O Problema do Aquecimento...

. Conclusão

.arquivos

. Março 2008

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds